Texto teatral para 20-1-19 - FAÇA TUDO QUE ELE VOS DISSER



FAZEI TUDO QUE ELE VOS DISSER
2o Domingo do Tempo Comum
João 2, 1-11
de Emílio Carlos


NARRADOR – Era a hora do recreio na escola. Zequinha e Tião foram tomar
lanche.

(Entram Zequinha e Tião, cada um com sua lancheira. Tião entra caçoando de
Zequinha).

TIÃO – Aí baixinho! Tampinha! Pintor de rodapé!

ZEQUINHA – Para com isso, Tião!

TIÃO – Me dá essa lancheira aqui! (toma a lancheira do Zequinha)

ZEQUINHA – Devolve, Tião! (tenta pegar de volta, mas não consegue)

TIÂO – Não devolvo não! (se esquiva de Zequinha e ri)

ZEQUINHA – Devolve! É meu!

TIÃO – Era seu. Agora é meu!

ZEQUINHA – Você já tem a sua.

TIÃO – Mas agora eu quero as duas.

(Na tentativa de pegar a lancheira Zequinha cai, senta e chora).

TIÃO – Chora, neném! Deixa eu ver o que a sua mãe mandou pra eu comer. (ri)

NARRADOR – Que feio, hein? O Tião tomou a lancheira do Zequinha…

(Tião senta, abre a lancheira do Zequinha, pega um sanduíche e morde com
gula).

NARRADOR - ...e agora está comendo o lanche do Zequinha!

(A Professora entra, vê Zequinha chorando e pergunta ao Narrador).

PROFESSORA – Por que o Zequinha está chorando?

NARRADOR – Porque o Tião pegou a lancheira dele. E agora está comendo o
lanche do Zequinha.

(A Professora vai até Tião).

PROFESSORA – Muito bonito, não é seu Tião? Pegando a lancheira do Zequinha!

TIÃO – (se levanta e tenta disfarçar) Na-não professora. A lancheira é minha…

PROFESSORA – Ah, é? Então por que está escrito “Zequinha” na lancheira?

TIÃO – É... bem... rê, rê... (dá uma risada amarela)

NARRADOR – A professora pegou o Tião no flagrante.

PROFESSORA – Lembra da aula de religião de hoje, Tião?

TIÃO – (sem muita certeza) Le-lembro…

PROFESSORA – O que foi que Nossa Senhora disse?

TIÃO – É... bem…

PROFESSORA – Nossa Senhora disse: façam tudo que Jesus disser. E o que foi que Jesus ensinou, hein?

TIÃO – Não me lembro…

PROFESSORA – Amar ao próximo como ele nos amou.

NARRADOR – Será que o Tião está obedecendo a Jesus? Será que ele está amando Zequinha como Jesus nos amou?

TIÃO – (arrependido) A senhora tem razão, professora. Eu fiz uma coisa muito
errada.

PROFESSORA – E agora, Tião? Como você vai resolver isso?

TIÃO – Vou devolver a lancheira do Zequinha.

PROFESSORA – Isso não é suficiente!

TIÃO – Peraí: eu sei o que fazer!

NARRADOR – O que será que o Tião vai fazer, hein?

(Tião vai até Zequinha segurando as duas lancheiras).

TIÃO – Ei, Zequinha!

ZEQUINHA – (ainda cabisbaixo) O que foi?

TIÃO – Me desculpe!

ZEQUINHA – (ainda magoado) Tá!

TIÃO – Sério: me desculpe mesmo! E tome a sua lancheira.

(Zequinha ergue os olhos e pega a lancheira de volta).

ZEQUINHA – Obrigado!

TIÃO – E eu quero te dar o meu lanche. (oferece o lanche)

ZEQUINHA – Não precisa!

TIÃO – Precisa sim! Jesus ensinou que devemos repartir o que temos com os
outros.

ZEQUINHA – (se levanta e aceita o lanche) Obrigado!

TIÃO – Zequinha: vamos ficar amigos de novo?

ZEQUINHA – Vamos sim, Tião!

(Os dois apertam as mãos)

ZEQUINHA – Olha: vem comer comigo! Vamos repartir o que temos nas lancheiras, tá bom?

TIÃO – Legal!

(Vão saindo. A professora vai atrás).

NARRADOR – Agora sim eles estão fazendo o que Jesus queria: se amando
como irmãos e repartindo o que tem com o outro. Nós precisamos fazer o
mesmo. Os ensinamentos de Jesus são para nós seguirmos no dia-a-dia. Então
vamos amar nossos irmãos e aprender a repartir o que temos, especialmente
com quem precisa, tá bom? Tá bom? Então tchau!

FIM

Comentários