Texto teatral - COMO SER SANTO? - para 4-11 - Dia de Todos os Santos



DIA DE TODOS OS SANTOS
Datas Especiais – Ano B
de Emílio Carlos

JOCA – (entra) Oi pessoal!

CLARINHA – (entra) Oi pessoal!

JOCA – Oi pe-pe-pe-pessoal!

CLARINHA – Oi!

JOCA – Oi pe-pe-pe-pessoal!

CLARINHA – Oi!

JOCA – Oi pe-pe-pe-pessoal!

CLARINHA – Joca.

JOCA – Oi pe-pe-pe-pessoal!

CLARINHA – Jo-Jo-Jo-Joca.

JOCA – O que foi, Clarinha?

CLARINHA – Você sabe que dia é hoje?

JOCA – Eu sei, Clarinha.

CLARINHA – Você tem certeza, Joca?

JOCA – Claro que eu tenho certeza.

CLARINHA – Mas Joca: como é que você sabe que dia é hoje?

JOCA – A Tia Clarice disse ontem na catequese. E eu prestei atenção.

CLARINHA – Como é bom prestar atenção na catequese, né Joca?

JOCA – Com certeza, Clarinha.

CLARINHA – Então diz aí Joca: que dia é hoje?

JOCA – Hoje é dia de todos os Santos!

CLARINHA – Muito bem, Joca!

JOCA – De novo: hoje é dia de todos os Santos!

CLARINHA – E o que isso significa, Joca?

JOCA – Isso quer dizer que hoje nós comemoramos todos os santos e santas que estão no céu!

CLARINHA – Muito bem, Joca!

JOCA – Todos os santos que estão perto de Deus!

CLARINHA – É isso aí!

JOCA – Já pensou, Clarinha: ser santo e ficar no céu pertinho de Deus? Deve ser muito legal, hein?

CLARINHA – É verdade, Joca.

JOCA – É, mas... acho que isso não vai acontecer comigo…

CLARINHA – Por que não, Joca?

JOCA – É que pra ser santo ter que ser assim... assim... assim santo, sabe? E eu não sou muito santo não.

CLARINHA – Sabe Joca: todo batizado tem vocação para ser santo.

JOCA – Eu não entendi, Clarinha.

CLARINHA – É assim: você foi batizado?

JOCA – Eu fui.

CLARINHA – (ao público) Quem aqui foi batizado levante a mão!

JOCA – Eu!

CLARINHA – Levante a mão bem alto!

JOCA – Eu!

CLARINHA – Então todo mundo aqui pode ser santo.

JOCA – Mas como, Clarinha? Como?

CLARINHA – Primeiro você precisa amar a Deus.

JOCA – Eu amo a Deus!

CLARINHA – Certo. Depois você precisa fazer o que Jesus ensinou.

JOCA – Mas como fazer isso, Clarinha.

CLARINHA – Assim: você vem à Missa – e presta atenção no padre; vai à catequese – e presta atenção na catequista; daí coloca o que aprendeu em prática.

JOCA – Aí faz tudo que Jesus ensinou, né?

CLARINHA – Isso mesmo, Joca.

JOCA – É que as vezes eu esqueço das coisas que eu aprendi, Clarinha. Não tem um jeito mais fácil de fazer o que Jesus ensinou?

CLARINHA – Tem Joca: tem um jeito muito fácil.

JOCA – Oba! Diz aí então que eu vou fazer!

CLARINHA – Imagine que Jesus está sempre com você.

JOCA – Mas Jesus está sempre comigo. E com cada um de vocês também.

CLARINHA – Isso mesmo, Joca. Agora imagine a seguinte situação: na hora do recreio na escola um menino pisa no seu pé. O que você faz?

JOCA – Ah, eu já digo assim: “Ô menino! O debaixo é meu, tá!”.

CLARINHA – Joca: Jesus está do seu lado, lembra?

JOCA – Até na escola?

CLARINHA – Em todo lugar, Joca.

JOCA – Bem... nesse caso é diferente, né? Com Jesus do meu lado eu não posso xingar ninguém.

CLARINHA – Pois é, Joca. Agora imagine que sua mãe pediu pra você arrumar o seu quarto.

JOCA – Eu digo: “Ah, mãe! De novo? Eu tô com preguiça, viu?'

CLARINHA – Joca: Jesus está do seu lado…

JOCA – Ih, é mesmo! Então já que Jesus está do meu lado é melhor eu dizer: “Certo, mãe! Eu já estou arrumando o quarto”.

CLARINHA – Agora melhorou, Joca.

JOCA – Também, né? Com Jesus do meu lado eu não posso dar vexame.

CLARINHA – Então Joca: Deus está sempre vendo tudo que você faz. É melhor não dar vexame, né?

JOCA – É verdade, Clarinha.

CLARINHA – Aí você faz tudo com muito amor e oferece tudo a Deus: a escola, as tarefas de casa, as brincadeiras, tudo.

JOCA – Legal, Clarinha!

CLARINHA – Pronto! Você está construindo seu caminho para o céu.

JOCA – Eu gostei, Clarinha! Eu vou fazer isso daqui pra frente. É só imaginar que Jesus está ali do meu lado vendo tudo que eu faço…

CLARINHA - ... e tudo que você pensa também.

JOCA – Jesus sabe tudo que eu penso?

CLARINHA - Joca: Jesus conhece seu coração.

JOCA – Puxa vida! Será que eu consigo?

CLARINHA – Claro que consegue, Joca. Lembre-se que os santos foram pessoas como eu e como você. Eles também viveram aqui na terra, sofreram tentações mas conseguiram chegar no céu.

JOCA – Então eu também posso.

CLARINHA – Exatamente. E os santos e santas nos deram bons exemplos de como seguir à Cristo.

JOCA – Olha que legal!

CLARINHA – E você sempre pode contar com a ajuda dos santos, Joca.

JOCA – É mesmo?

CLARINHA – É só pedir que eles intercedam para que você possa ter uma vida mais santa.

JOCA – São Francisco rogai por nós!

CLARINHA – Santa Terezinha rogai por nós!

JOCA – E tantos outros santos, né Clarinha?

CLARINHA – Isso mesmo, Joca. Vamos pedir a intercessão dos santos?

JOCA – Vamos!

CLARINHA – Então vamos dizer todos juntos: santos do Senhor roguem por nós! Todo mundo junto no 3: é1, é 2, é 3!

JOCA e CLARINHA – Santos do Senhor roguem por nós.

CLARINHA – De novo!

JOCA e CLARINHA – Santos do Senhor roguem por nós.

CLARINHA – Muito bem!

JOCA – Muito bem!

CLARINHA – Tchau pra vocês!

JOCA – Tchau!

CLARINHA – Tchau!

JOCA – Tchau!

(Música)

F i m



www.lojinhacriancacatolica.com.br




Comentários