Texto teatral para 26-9 - SE ALGUÉM QUISER SER O PRIMEIRO



SE ALGUÉM QUISER SER O PRIMEIRO
25o Domingo do Tempo Comum
Ano B - Marcos 9, 30-37
De Emílio Carlos

NARRADOR – (entra e convida as crianças a se sentarem na frente do Altar.) Naquele tempo Jesus
e seus discípulos atravessavam a Galileia.

(Jesus e 2 Apóstolos entram e param num ponto pré-determinado. A criança pobre já estará sentada
no meio do público, perto do ponto central do Altar.)

NARRADOR – Jesus ensinava seus discípulos. Então Jesus pediu que todos prestassem muita atenção e disse:

JESUS – Eu serei entregue nas mãos dos homens e eles me matarão. Mas depois de três dias eu ressuscitarei.

(Jesus e os discípulos continuam andando até o ponto central do altar. Os 2 discípulos vão atrás de Jesus, falando entre si.)

NARRADOR – Jesus estava anunciando sua morte e sua ressurreição. Vocês se lembram? Jesus foi crucificado na sexta-feira santa e ressuscitou no domingo de páscoa.
Hoje nós sabemos disso. Mas naquele dia os Apóstolos não entenderam nada, porque isso não tinha acontecido ainda. Eles chegaram a Cafarnaum. Estando em casa Jesus perguntou:

JESUS – O que vocês falavam pelo caminho?

NARRADOR – Os discípulos não responderam. Sabem por que? Porque no caminho eles ficaram discutindo. Queriam saber quem era o maior, quem era o melhor. Então ninguém disse nada.
Ficaram ali quietinhos, sem responder a Jesus.
Mas Jesus sabia o que tinha acontecido. Então disse Jesus:

JESUS – Se alguém quer ser o primeiro, que seja o último de todos, o mais humilde, o que serve a todos.

NARRADOR – Que lição de humildade, hein pessoal? Se alguém quer ser o primeiro que seja o último. O que Jesus quis dizer com isso? Quis dizer que precisamos ser humildes, não querer ser melhor do que os outros.
Quantas vezes a gente quer ser melhor que os outros, não é mesmo?
“Eu sou melhor”.
“Não, eu que sou melhor”.
“Ah é? Eu sou mais bonito”.“Não, eu que sou”.
“Eu tenho mais brinquedos”.
“Ah é? Mas ó meu tênis, ó...”
Que feio, não é mesmo? Todos somos iguais perante a Deus. Pobres ou ricos todos somos filhos de Deus.
E foi isso que Jesus mostrou naquele dia. Jesus pegou uma criança,(a criança que está caracterizada como pobre) colocou-a no meio deles, e abraçando-a disse:

JESUS – Quem acolher em meu nome uma destas crianças estará acolhendo a mim. E quem me acolher estará acolhendo Aquele que me enviou.

CRIANÇA – Jesus: eu gosto muito de você.

NARRADOR – E nesse dia Jesus nos ensinou que devemos ajudar os que precisam, os pobres e os necessitados, pois todos somos filhos e filhas de Deus.

(Tarefa: desenho de Jesus com uma criança, para pintar e devolver no próximo domingo. Frase,embaixo do desenho: Quem acolher essa criança estará acolhendo a mim.

FIM



www.lojinhacriancacatolica.com.br




Comentários