Texto teatral para 5-8 - O PÃO DA VIDA



O PÃO DA VIDA
18o Domingo do Tempo Comum
Ano B – João 6, 24-35
de Emílio Carlos


JOCA – (entra) Oi pessoal!


CLARINHA – (entra) Oi pessoal!


JOCA – De novo: oi pessoal!


CLARINHA – Oi!


JOCA – De novo: oi pessoal!


CLARINHA – Oi!


JOCA – De novo: oi pessoal!


CLARINHA – Joca.


JOCA – De novo: oi pessoal!


CLARINHA – Joca!


JOCA – O que foi, Clarinha?


CLARINHA – Você já falou “oi pessoal” cinco vezes. Tá bom já.


JOCA – Não, Clarinha. Foram só quatro vezes que eu falei “oi pessoal”.


CLARINHA – Pois agora já são seis vezes, Joca.


JOCA – Não, Clarinha: são só quatro vezes que eu falei “oi pessoal”.


CLARINHA – Agora já são sete vezes, Joca.


JOCA – Não é possível. Eu não estou mais falando “oi pessoal”.


CLARINHA – Aí: acabou de falar de novo.


JOCA – Mas Clarinha: esse “oi pessoal” não vale. Só vale quando eu entro e digo “oi pessoal”.CLARINHA – Agora já são nove vezes, Joca.


JOCA – Vamos fazer assim: eu começo a falar “oi pessoal” de novo e você vai contando, tá bom? Vamos lá.


CLARINHA – (interrompe) Não, Joca. 'Tá bom, vai. Vamos mudar de assunto.


JOCA – Certo: vamos falar de quantas vezes você disse “oi pessoal”.


CLARINHA – Nada disso, Joca. Vamos falar do Evangelho de hoje.


JOCA – Taí: eu gostei da ideia.


CLARINHA – Joca: você prestou atenção na leitura do Evangelho de hoje?


JOCA – Hoje eu prestei atenção, viu Clarinha? Tanto que eu fiquei até encafifado.


CLARINHA – Encafifado, Joca? Onde você arranjou essa palavra?


JOCA – Ah: eu ouvi minha tia falar “encafifado”. Daí ei achei legal e peguei pro meu dicionário.


CLARINHA – Seu dicionário?


JOCA – É: o dicionário do Joca. Eu estou montando meu próprio dicionário.


CLARINHA – E já tem bastante palavras, Joca?


JOCA – Tá cheio, Clarinha. Deve ter mais de 10 já.


CLARINHA – Dez páginas?


JOCA – Não, dez palavras. Dá trabalho escrever um dicionário, viu?


CLARINHA – Joca: o que quer dizer encafifado?


JOCA – Quer dizer “pensativo”.


CLARINHA – Mas por que você ficou pensativo?


JOCA – Por causa do Evangelho de hoje, Clarinha. Jesus disse que é o “pão da vida”.


CLARINHA – Isso mesmo, Joca.


JOCA – E Jesus disse que é “o pão que veio do céu”.


CLARINHA – Isso mesmo, Joca. E o que foi que você não entendeu?

JOCA – Nada. Eu não entendi nada, Clarinha.


CLARINHA – É assim, Joca: Jesus falava numa linguagem que o povo da época pudesse entender.


JOCA – Certo. E daí?


CLARINHA – Pense o seguinte: você come pão?


JOCA – Claro! Eu adoro pão. Pão é gostoso e alimenta.


CLARINHA – Então: esse pão da padaria alimenta nosso corpo, certo?


JOCA – Certo.


CLARINHA – E as palavras de Jesus são o alimento que nossa alma precisa.


JOCA – Por que?


CLARINHA – Pra entrar no céu, Joca. Só quem segue as palavras de Jesus entra no céu.


JOCA – Ah, bom!


CLARINHA – Então Jesus é o pão da vida eterna.


JOCA – Olha, que legal! E por que ele diz que é o “pão que veio do céu”?


CLARINHA – Jesus é filho de Deus, certo?


JOCA – Certo.


CLARINHA – De onde Jesus veio?


JOCA – Do céu.


CLARINHA – Então Joca: Jesus é o pão que veio do céu; o alimento da nossa alma; o caminho para a vida eterna.


JOCA – Ah! Agora eu entendi tudo!


CLARINHA – Por isso é importante prestar atenção nas palavras de Jesus. Escute o que ele diz:JESUS – (voz em off) Eu sou o pão da vida. Quem vem a mim não terá mais fome. Quem crê em mim nunca mais terá sede.


JOCA – Ele está falando da nossa alma, né?


CLARINHA – Isso mesmo, Joca. Nosso corpo precisa de alimento todo dia. E nossa alma precisa de Jesus todo dia. Jesus é o caminho, a verdade e a vida.


JOCA – Legal! Eu gostei!


CLARINHA – Então agora chegou a hora.


JOCA – De que, Clarinha?


CLARINHA – De dizer tchau.


JOCA – Certo: então tchau pessoal!


CLARINHA – Tchau!


JOCA – Tchau!


CLARINHA – Tchau!


JOCA – Tchau, tchau!


CLARINHA – Tchau!


F i m


 
www.lojinhacriancacatolica.com.br